4 de mai de 2009

Mais sobre Trent Reznor e mais sobre bandas novas

Para quem já viu o vídeo do MIDEM esse é um complemento que inclui soluções para artistas novos.
Quem tiver mais dicas sobre como se financiar nos dias de hoje sendo músico, está já convidado a postar.
Em breve quero postar um texto sobre O Teatro Mágico, uma banda 2.0. Ela não existe no mainstream e sobrevive luxuosamente agradando apenas seus fãs.
Alguém aqui conhece?

Bem vamos ao vídeo:

Leadership Music Digital Summit 2009 - Mike Masnick keynote address, 3/25/09 from Leadership Music Digital Summit on Vimeo.

5 comentários:

  1. O Teatro Mágico é lindo!!!! Sou fã dos caras...conheci há uns 3 anos, através de uma amiga minha de são paulo que me mandou o cd dos caras... gostei de cara e quando eles vieram pro rio, eu fui ao show e me encantei mais ainda, mesmo a trupe estando desfalcada (era um show só com os músicos porque o dinheiro não dava para trazer todos)... Só sei que em poucos meses eles já estavam lotando o Circo Voador...fico muito feliz por eles...gosto do discurso, identifico-me bastante. Eles são 2.0 total!
    Beijos
    Naty

    ResponderExcluir
  2. No final o Mike Masnick fala sobre o Josh Freeze e o Jonathan Coulton - que eu já citei aqui - e sobre dois outros artistas inovando na arte do micro-finaciamento atrvés dos fãs. Vale a pena seguir até o fim, ou pular logo para os últimos minutos.

    ResponderExcluir
  3. A parte sobre os novos artistas começa aos 18 minutos.

    ResponderExcluir
  4. Tem também o Móveis Coloniais de Acaju de Brasília... qua na minha modesta opinião são artisiticamente mais interessantes, e parecem mais organizados, tem festival, excursionam pelo exterior... etc...

    ResponderExcluir
  5. Beni, você tem o contato deles? O que é que você sabe sobre as atividades da banda?

    Hoje eu falei com o Roger - que está dando versões alternativas de faixas que entrarão no próximo trabalho do Ultraje e usando o ReverbNation como plataforma - e ele vai escrever um texto sobre essas experiências.

    Informação é fácil de achar, o teste da realidade é que é mais difícil - e precioso.

    ResponderExcluir