20 de mar de 2009

Música feito água



Esse blog tem a finalidade de trocar experiências, informações e ideias a respeito do novo universo musical surgido a partir das muitas inovações tecnológicas - especialmente a internet e os sites de troca de arquivos digitais.

Como se localizar, que caminhos seguir, como sobreviver, quais chances podemos aproveitar num universo onde o suporte físico da música perdeu sua relevância e a música está disponível em todo lugar dando a sensação de que ela é gratuita – feito água na torneira de casa.

Existe muita informação espalhada pela rede, quase nada em português. Vamos oferecer links, traduções e reciclagens do que garimparmos por aí. Deve haver muita gente pensando sobre o assunto sem encontrar interlocutores.

Todos nós - músicos, empresários, jornalistas, fãs, labels, gravadoras, casas de shows etc. - estamos no mesmo barco musical e podemos , juntos, aprender a navegá-lo nesses novos mares de informação.

17 comentários:

  1. Adorei a ideia desse blog. Sou amante de música, faço faculdade de produção fonográfica e sinto falta de um espaço para discussões mais profundas sobre o futuro da música. Normalmente, as discussões ficam restritas às aulas do curso. Serei assídua desse espaço. Vida longa ao "Musicaliquida". Beijos, Naty.

    ResponderExcluir
  2. Haja post para tanto assunto!
    A idéia é, como sempre, ótima.
    abraços!

    ResponderExcluir
  3. Marcelo e Leoni, não sei se vocês ficaram sabendo, mas a maior comunidade de download de música do orkut (a Discografias) foi desativada. Como vocês avaliam isso? Positivamente ou negativamente?

    ResponderExcluir
  4. Olá, Paulo. Não tenho maiores informações sobre o caso. Foi o próprio Orkut que desativou a comunidade por razões éticas? Foi uma ordem judicial?

    É um assunto delicado, pois envolve a legislação ainda vigente. Dependendo do mecanismo de trocas sobre o qual a Comunidade é baseada, pode dar margem a ações como essa.

    Todavia, me parece que é tapar o sol com a peneira.

    ResponderExcluir
  5. 920.000 amantes de música são considerados marginais. Só quem ganha dinheiro com essas ações são os advogados.
    A coisa só vai se resolver quando se trocar o controle - ou a tentativa dele - por uma cobrança barata pelo acesso. A música já deixou de ser um produto mas ainda tem que se transformar num serviço. Como a água...

    ResponderExcluir
  6. O administrador recebeu várias ameaças da APCM e achou melhor encerrar as atividades da comunidade (que ainda existe, mas deletou todos os tópicos e não se pode mais criar novos tópicos).

    Marcelo, tapar o sol com a peneira é a melhor expressão. Já foi criada uma nova comunidade (provavelmente, comandada por outro administrador), a "Discografias - O Retorno", para "substituir" a antiga. O sucesso é tão grande que, em 8 dias, a comunidade nova já conta com 48.721 membros. Pode até ser que essa seja desativada, também, mas a menos que o Brasil se torne uma China em censura à internet, é impossível controlar o conteúdo da rede.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo Blog. A idéia do tema é muito boa. Voltarei por aqui.

    ResponderExcluir
  8. Marcelo, Leoni, parabéns pela iniciativa! Abrir espaço para discutir idéias, ouvir os "consumidores" das músicas, detectar problemas e brechas existentes na internet... é muito legal! Parabéns mesmo!

    ResponderExcluir
  9. Aspectos técnicos, legais e artísticos. Como alguém já comentou acima: "haja post"!!! E vou acompanhar todos eles! Parabéns e um agrande abraço!
    =)

    ResponderExcluir
  10. Valeu Claudia, Adriana e aos outros. Voltem e divulguem o Musicalíquida por aí. Saudações.

    ResponderExcluir
  11. Adorei o nome e a idéia que este representa. Vamos com tudo!
    bjos

    ResponderExcluir
  12. Adorei a idéia do blog, e parabéns pela iniciativa. Acho que tem muita gente por aí pensando no assunto mesmo, e esse blog vem cair como uma luva. Acompanharei todos os posts, e olha que a essa altura já tem muitos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Gostei desse blog e queria me associar como faço? meu blog é o http://mileumdecibeis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá AllanPedro. Para seguir o Musicalíquida, basta clicar no botão "Seguir" na seção Seguidores da coluna à direita. Um abraço.

    ResponderExcluir
  15. Filme "Do jazz ao samba" tenta apoio popular para driblar Lei Rouanet

    A dificuldade de captar recursos que assola o cinema nacional fez o estreante diretor Bruno Veiga Neto buscar apoio popular para lançar o documentário "Do Jazz ao samba", que conta com entrevistas com Norah Jones, Will.I.Am, Elza Soares, Luis Carlos Mielle, entre outros. O trailer do filme está no site http://tinyurl.com/dojazz, onde internautas e empresas podem doar entre R$ 50 e R$ 75 mil em troca de benefícios como ter o próprio nome como patrocinador oficial. Se até o dia 5/6 as doações não atingirem o total de R$ 40 mil, o valor sequer é debitado da conta dos voluntários.

    Se for de seu interesse, entre em contato: dojazzaosamba@gmail.com

    ResponderExcluir