14 de abr de 2009

O modelo do NIN para bandas novas!!!!

O mesmo cara, Mike Masnick, que falou sobre o cwf +rtb = $$$ analisando o case do NIN volta a carga em quatro vídeos sobre a fórmula de negócios do novo mundo onde o gratuito não é sinônimo de nenhum dinheiro. A fórmula é fazer uma comunidade crescer e criar escassez real de atenção e acesso. Complicado? Ele cita o Google que oferece serviço gratuito e tem o dinheiro gerado pelos anúncios, que só são lucrativos porque muita gente usa a ferramenta que é realmente boa para que as pessoas se localizem nesse mar de informação. Cita novamente o NIN, mas depois dá bons exemplos de criatividade entre artistas novos. Vale a pena ver.
O primeiro serve de introdução, o segundo explica e o terceiro e quarto são de perguntas do público.

Para quem não conseguir visualizar os vídeos - eu não consegui -, vai o link








5 comentários:

  1. Alguém conseguiu ver? Eu não.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Leoni!!

    Também não consegui ver o vídeo, mas sobre o assunto, acho que ainda vai render muito, com certeza.

    Aqui onde moro, não existem lojas de CDs com material original... é tudo pirata. E como poderia existir? Parto da simples lógica que um CD lançamento que custa R$30, R$40 (que eu questiono se este é o valor justo) equivale a mais ou menos 8% do salário mínimo. Junte a isto o fato de que o artista nem sempre consegue fazer um disco 100%, onde todas as músicas sejam do mesmo nível. No final, uma pessoa vai pensar duas ou três vezes para comprar um CD. O compartilhamento da música pelo próprio artista, gratuitamente, serve como laboratório para testar a aceitação do público para aquela composição, além de "forçar" o artista a caprichar mais nas composições, ao invés de colocar músicas para encher o álbum como acontecia algumas vezes. O Radiohead sem dúvida mostrou o caminho... para os que se interessaram em comprar o álbum (que, como sabemos, foi disponibilizado para download no site da banda), vinha um catatau de materiais extras, ao invés de vir apenas o CD.

    O revolucionário acesso ilimitado à cultura de todo tipo para qualquer um é sem dúvida a melhor coisa que fizeram (Me lembro da época que eu gastava quase um sapato andando pra cima e pra baixo em busca de discos de bandas estrangeiras menos conhecidas), mas por outro lado, é um desafio e tanto para as bandas novas conseguirem viver da sua própria música. Faço parte de uma banda (http://bandamucambo.blogspot.com) que se mata pra conseguir fazer um show, gasta grana do bolso pra produzir seu próprio disco... mas que ainda assim faz isso, pelo prazer de tocar. Eu acredito que esse espírito de tocar porque gosta (ao invés de tocar pelo dinheiro e fama) está dando ares de que vai voltar. Rock'n'roll!!

    Parabéns pelo blog e pela sua iniciativa, que é um exemplo para todos os artistas consagrados do país. Valeu!

    ResponderExcluir
  3. Coloquei o link no post: http://techdirt.com/articles/20090410/1359174465.shtml

    ResponderExcluir
  4. Mas mesmo lá eu acabei não conseguindo assistir. Então baixei no iTunes de graça e assisti finalmente! Para quem tiver uma conta por lá é a melhor opção.
    Acho que ainda não tem no YouTube

    ResponderExcluir
  5. Very good post.I am following your blog regularly and got great information.I think it will help people like me a lot.Thanks for sharing.

    ResponderExcluir