26 de jul de 2009

Então você quer fazer sucesso no mundo da música? Aqui estão as novas regras.

Li esse texto na internet que é um apanhado de muitas coisas que vimos discutindo por aqui. O original está em http://www.walletpop.com/blog/2009/07/25/so-you-wanna-be-a-rockstar-here-are-the-new-rules/ e me foi indicado via Twitter pelo excelente blog português Remixtures: http://remixtures.com/

"A indústria da música em geral tem sido lenta para se adaptar às ferramentas da nova mídia. Enquanto gravadoras e editoras ainda estão brigando para manter o controle de suas propriedades, existe um mundo novo onde uma elite da nova mídia está trabalhando para encontrar ferramentas para possibilitar aos músicos a construção de uma ponta entre a nova e a velha mídia.

Seja oferecendo música de graça na rede, trabalhando para construir uma comunidade online, ou simplesmente começando um dialogo, os que procuram respostas estão rapidamente substotuindo os antigos jogadores.

Eu decidi conferir o New Music Seminar em Nova Iorque essa semana para descobrir como os músicos estão sendo “armados”.

O principal mentor dessa conferência, Tom Silverman, fundador da Tommy Boy Entertainment, começou esse Seminário em 1980 para discutir o futuro do mercado já naquela época.

Ele começou esses encontros para tocar uma indústria que era historicamente resistente a mudanças. Serviu como um fórum para jovens empreendedores lançarem seus negócios e fazer contatos e virou um modelo para novas conferências como a South by Southwest.

Desde 2000, as receitas da indústria da música vêm decrescendo regularmente. No ano que vem, pela primeira vez, as receitas com as vendas digitais devem ultrapassar as físicas. Até 2013 a conta será 80% digital e 20% física.

“A mudança não virá se você esperar pelas gravadoras”, disse Silverman. “Nós somos quem nós esperávamos.” A conferência quer ensinar artistas como fazer mais dinheiro e menos bobagens.

Não importa se você quer ser um artista, um empresário, um divulgador ou um empreendedor, aqui estão as regras para ser bem sucedido no negócio:


• O futuro é DIY (Do It Yourself – Faça Você Mesmo). Aprenda a usar ferramentas baratas ou gratuitas, mas lembre-se que o importante é o seu trabalho. Software não vai resolver seus problemas.

• O melhor marketing é informado pela arte. Você não pode criar um vídeo viral; tudo depende da audiência. Mas você pode chamar a atenção.


• Se você é um artista, não peça dinheiro emprestado. Só se mantêm o controle artístico mantendo-se o controle financeiro. O oposto se você for um empreendedor. Tim Westergren, fundador da Pandora estourou um dúzia de cartões de crêdito e devia dinheiro a todo mundo antes de fazer seu negócio decolar.


• Existem muitos lugares para vender sua música online: Amazon, MySpace, iTunes e TuneCore para iniciantes. Mas não subestime o poder de dar sua música. Lil Wayne ofereceu sua música gratuitamente por mais de um ano antes de lançar seu álbum. Ele trabalhou antes para construir sua base de fãs antes de pedir qualquer dinheiro.


• Os fãs são a nova gravadora. No negócio agora tudo depende da relação entre o artista e seus fãs, especialmente os “uber” fãs, aqueles que compram todo o merchandise, vão a todos os shows e divulgam suas bandas favoritas.


• A chave para estabelecer o contato com os fãs é o e-mail, o dado mais importante que você pode coletar. Tenha uma folha para isso em todos os shows. Peça à audiência para mandar uma mensagem de texto com seus e-mails para o celular do seu produtor e prometa manter pessoalmente esse contato. Dessa forma você terá e-mails e códigos de área. Construa uma comunidade online através de webcasts, fotos, entrevistas e vídeos de shows.


• Engaje seus fãs de uma maneira que faça sentido, nada forçado ou fingido. A banda We The Kings lançou uma série semanal na internet que teve mais de 300 milhões de views. Eles venderam 100.000 discos antes das músicas chegarem no iTunes.


• É perigoso que um artista gaste muito tempo com coisas que não são artísticas. Crie um time de empresariamento para tomar conta das ferramentas, marketing e tecnologia. Se você está começando convoque um amigo que adore música para desenvolver sua marca com você.


• Só assine contratos de curto prazo e se eles forem te dar muita visibilidade. Caso contrário você vai ficar fora do radar.


• Comece localmente, comece com uma tribo. As melhores histórias de sucesso de bandas começaram com uma cena musical. A internet tem permitido que tribos aumentem muito de tamanho. Entre em contato com bandas similares e divida shows com elas. Construam uma cena e trabalhem para que o sucesso aconteça para todo mundo ao mesmo tempo.


Se você perdeu o seminário de Nova Iorque, fique atento porque vai haver outra conferência esse ano em Chicago. Fique ligado no WalletPop para mais informações sobre a nova música."

12 comentários:

  1. Muito foda o texto, sempre que tiver post dessa natureza me envie por favor para edvaldosouza@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Você pode receber todos os textos automaticamente assinando o blog através do RSS de postagens. É rápido e você nunca mais perde um assunto.

    ResponderExcluir
  3. Perfeitamente claro, positivo e operante. Mãos à obra.

    ResponderExcluir
  4. show de bola !!
    muito obrigado.
    vou seguir à risca.
    abraço
    SKaPaTiFe
    www.myspace.com/skapatife

    ResponderExcluir
  5. claro e sintetiza o trabalho que estou faznedo em campinas!

    ResponderExcluir
  6. Christian, por que você não conta pra gente o que você faz com a sua banda?

    ResponderExcluir
  7. Algumas coisas eu já faço por aqui com o Bleffe, sinceramente, no "instinto". Algumas eu nem sabia que estavam no "receituário"..hehehe...

    Mas posts como esse são fundamentais. Às vezes numa banda, um só falando não consegue convencer. É aí que entra um post como esse. Gente gabaritada endossando tua teoria.

    Parabéns, Marcelo e Leoni!!!

    ResponderExcluir
  8. Obrigado pelas informações!
    Conheci este blog hoje por conta de sua entrevista na rádio CBN ontem. E até fiz uma espécie de transcrição do conteúdo desta entrevista em meu blog www.meupalco.com.br
    Grande Abraço

    ResponderExcluir
  9. Valeu, Osvaldo. Já li e adorei. Fique à vontade para usar o que escrevemos aqui. Basta dar o crédito. A informação tem que circular.

    ResponderExcluir
  10. vou lutar ate eu comsiguir ser um cantor gospel popi

    ResponderExcluir
  11. Olá,ontem fui muito irresponsável,e dentre outras coisas sempre amei a música,tive a oportunidade de tentar viver dela e desperdicei,já era de se esperar...um irresponsável não sabe reconhecer e nem valorizar a sortee e muitas vezes não se constrói o sucesso tão rapido,quento muitos o construiram,mas sei que,quem busca,persegue e almeja o sucesso sempre está em vários lugares frequentado pelo mesmo{sucesso}e o sucesso acaba encontrando esse alguém um dia,pois no mundo em que sonho viver dizem que:"QUEM NÃO É VISTO NÃO É LEMBRADO"...Mas fui irresponsável por 30 ANOS!!!!Hoje busco o reencontro com a música,não mais por almejar tanto o tão falado aqui"SUCESSO"...Mas por ter muitos problemas sentimentais,problemas de todos os gêneros e a música,{repito}a música ela acalma pois é a unica maneira de se alcançar todos os sentimentoss com o mesmo instrumento...Com ela lembramos a dor um dia sofrida,a mágoa um dia vivida,o ódio um dia sentidoo,o amor e o amor um dia perdido,Então se o sucesso me encontrar hoje e ainda for capaz de reconhecer o meu rosto desgastado pelos erros,obrigado meu Deus e a todos que me ajudaram,mas caso não,que a música ao menos me cure...e cure de tudo,até das minhas loucuras!!ALINE DE OLIVEIRA,31 ANOS
    INDO PRA LUTA!SEM MEDO DE SER FELIZ!! PIXOTE_SPT@HOTMAIL.COM{ORKUT,MSN,I-MAIL}

    ResponderExcluir
  12. Maravilha!! Parabéns, Marcelo e Leoni!!!

    www.myspace.com/mantoeletro

    abçsss

    ResponderExcluir